O conceito de superalimento ou "farmalimento" remete para produtos que, para além de serem ricos nutricionalmente, melhoram a saúde e reduzem o risco de contrair doenças.

A ideia nasceu no sec IV a. C. com o principio de Hipócrates: " Que o teu alimento seja o teu medicamento e o teu medicamento o teu alimento". No entanto, o termo superalimento foi criado pelo médico norte-americano Steven G. Pratt, que em 2004 publicou um livro intitulado Superfoods.

Os superalimentos continuam a ser alvo de ceticismo, sendo praticamente impossível entidades públicas ou privadas financiarem uma investigação de vários anos sobre alimentos como o alho, toranja ou banana, produtos estes que não podem ser patenteados.

Grupos de alimentos que não podem faltar na sua alimentação:

-LEGUMINOSAS - fazem bem ao coração, equilibram os níveis de açúcar no sangue, dão energia e previnem o cancro.

- FRUTOS VERMELHOS - há quem lhes chame "frutos da juventude" ou "frutos da memória". Quantos mais escuros forem, melhor.

- BRÓCOLOS E OUTRAS CRUCÍFERAS - a Universidade de Johns Hopkins anunciou que um ingrediente existente nos brócolos não só evitou o desenvolvimento de tumores em 60% do grupo estudado. Estimulam o sistema imunitário , protegem o coração e os ossos.

- AVEIA E OUTROS CEREAIS - para além da aveia, inclui gérmen de trigo, arroz integral, trigo, amaranto, centeio, cuscuz e linhaça. A aveia contem um tipo de fibra que é mágica contra o colesterol. Ricos em fibras e proteínas.

- LARANJA E OUTROS CITRINOS - possuem efeitos anti-inflamatórios, antivirais e antialérgicos.

- ABÓBORA E OUTROS CAROTENOIDES - a combinação de carotenoides que possui é um dos melhores antioxidantes e diminui o risco de vários tipos de cancro.

- ESPINAFRES - referir os seus benefícios ocuparia muito espaço.

- TOMATE - contem o licopeno que pussuem uma enorme quantidade de propriedades biológicas únicas que não só ajudam a mitigar o cancro , como também são importantes antioxidantes da pele.

- FRUTOS SECOS - comê-los moderadamente reduz o risco de sofrer um enfarte, diminui também os níveis de colesterol, diabetes e cancro .

Nomeamos alguns grupos mas existem muitos mais alimentos. O importante é fazermos uma alimentação equilibrada e variada.

brownie é uma receita americana de um bolo que não cresce.

Tem sabor muito mais forte e mais acentuado do que os bolos tradicionais.

A textura do brownie também é bem diferente! Enquanto os bolos são fofinhos e bem leves, os brownies devem ser mais densos e achatados. 

E aqui apresentamos uma versão VEGAN e mais saudável.

Misture: 90gr de farinha de alfarroba, 160gr de farinha de aveia, 1 colher de chá de fermento, 1 pitada de sal e 1 pitada de de canela.

Acrescente: 15gr de sementes de chia e 360ml de água. Misture bem. Adicione 80gr de óleo de coco derretido e 50gr de xarope de tâmaras. Misture novamente. Espalhe o preparado numa fora forrada com papel vegetal e distribua sementes variadas/frutos secos por cima do preparado.

Leve ao forno pré aquecido a 180ºC durante 20minutos.

Depois delicie-se e se quiser pode acompanhar o brownie com fruta ou gelado/sorvete vegan.

A mandioca é um bom substituto para o uso da batata. Tem inúmeros benefícios:

Apesar de ela ter mais hidratos que a batata, a sua composição faz com que prolongue por mais tempo a saciedade , e que fique sem fome durante mais tempo. E é por isso que normalmente tem livre trânsito nas dietas e é indicada para diabéticos.

Aqui fica a nossa sugestão: PURÉ DE MANDIOCA

Vai precisar de : Azeite, sal, salsa, 1 cebola picada, 250ml de bebida vegetal, 500gr de mandioca cozida.

Numa panela, aqueça o azeite e refogue a cebola. Junte a bebida vegetal, o sal e a mandioca, mexendo e amassando a mandioca. Passe a mistura com a varinha mágica e adicione mais bebida vegetal se achar necessário , depende da consistência que mais gostar no puré. No fim pique a salsa e misture no puré. Sirva quente.

Então da próxima vez que pensar em fazer puré de batata , substitua por mandioca.

Poderíamos também chamar a este snack tostas de batata doce e se está de dieta e sem comer o pãozinho esta poderá ser uma boa solução. Demora 20min.

Precisa de batata doce de preferência grande. Descasque, lave e seque.

Corte a batata doce em fatias com espessura de um dedo ou menor. Disponha as fatias na tostadeira ou forno e deixe por 15minutos. Dependendo do eletrodoméstico o tempo também pode variar em alguns minutos. O ideal é verificar que as fatias fiquem macias. Cuidado para não as deixar queimar.

Retire as fatias e se não for para consumo imediato, deixe-as arrefecer antes de as guardar num recipiente fechado no frigorífico. Depois é só aquecê-las. Mas por cá nos preferimos consumir logo!

Os recheios podem variar mas podemos sugerir:

- abacate, tomate, cebola e orégãos (por norma fazemos a salada de tomate, temperamos e depois dispomos por cima do abacate)

- manteiga de amendoim, rodelas de banana e canela (adoramos como sobremesa, lanche ou pequeno almoço )

Partilhe connosco a sua combinação preferida? 😊

Comer bem e de maneira equilibrada pode ser o investimento certo para uma saúde de ferro e sem preocupações ao longo da vida.

Desde cedo nos ensinaram que os alimentos estão divididos por grupos e cada grupo tem a sua importância. Recentemente a roda dos alimentos sofreu alteração , passando a ter 7 divisões e indicando em percentagem o peso que cada grupo deverá ter na alimentação diária:

A água, que não possuindo um grupo próprio, está representada no centro, pois está presente em quase todos os alimentos e é fundamental à vida.

A Fruta, hortícolas e tubérculos aparecem como os 3 primeiros grupos de grande importância na nossa alimentação. É de salientar que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), o baixo consumo de frutos, hortaliças e legumes está entre os 10 fatores de risco para o aparecimento de doenças e morte prematura. Estima-se que o baixo consumo de hortofrutícolas seja responsável por cerca de 19% dos cancros gastrointestinais, 31% da doença cardiovascular isquémica e por 11% dos enfartes do miocárdio. Além disso, os dados indicam que mais de 2,7 milhões de vidas podiam ser salvas todos os anos se cada pessoa consumisse quantidades adequadas de fruta e vegetais.

Assim a melhor maneira de comer fruta é fresca e da época uma vez que apresenta a maior concentração de nutrientes, além de ser a mais saborosa e aromática. A fruta deve ser sempre bem lavada e consumida imediatamente após a sua preparação de forma a evitar a oxidação e perda de vitaminas.

Por sua vez, os legumes são versáteis e podem ser consumidos de diferentes formas, mas recorde-se: quando os cozemos algumas das vitaminas são perdidas para água. O truque está em cozer os legumes ao vapor. Pode ainda optar por estufar, guisar, assar ou grelhar os legumes. Quando optar pelos salteados e refogados, privilegie o azeite como gordura de eleição, e consuma-os com moderação, devido à adição de gordura. Não esquecendo que a sopa de legumes é indicada para todos e é uma forma privilegiada de consumir hortaliças e legumes.

Os tubérculos podem ser servidos em substituição do arroz e das massas, como é o caso da batata, batata-doce, mandioca, inhame e combinam perfeitamente como acompanhamento de qualquer tipo de refeição, em pedaços (aos quartos, às rodelas por exemplo), ou na forma de purés, tortas e/ou sopas.

É por tudo isto que nós vendemos saúde e queremos levar até si o melhor que temos.

Copyright © Mercadinho da Horta 2021. Todos os direitos reservados.
Powered by 
PConsite.
Webdesign by 
Amarca.
hello world!
linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram